Agenda Imagens do Povo

18 de jan de 2010

Giu Alface e o Muay Thai



O autor


Moradora da Vila da Penha, no subúrbio carioca, em 2009, Giuliana teve que se dividir em idas ao Fundão (onde cursa a faculdade de Química na Universidade Federal) e à Maré, onde participou de oficinas de cinema (cinemaneiro e geração futura) e do curso na Escola de Fotógrafos Populares. O primeiro contato de Giu com equipamentos fotográficos foi ainda na adolescência, quando estudava no Colégio de Aplicação da UERJ e recebeu suas primeiras aulas de fotografia no ensino médio.


O projeto


Harang Muay Thai.

Foi difícil chegar até o meu tema final. Pesquisei vários temas até achar o Muay Thai. A minha primeira ideia era desenvolver algo sobre as prostitutas. Cheguei até a visitar algumas ONG’s que tratam do assunto mas percebi a discussão política que está por trás do assunto, vi o quanto eu teria que estudar, me aprofundar no tema e na época que comecei a pesquisar sobre isso eu estava muito corrida na faculdade, cursos, etc. Resolvi então deixar engavetado o projeto para depois retomá-lo. Pensei depois em documentar o lazer na favela, mas senti a necessidade de ter alguém que me acompanhasse para que eu pudesse andar nas favelas que eu não conhecia e ajustar as agendas com o ajudante foi o problema que me fez tomar outra direção no projeto. Comecei a documentar o lazer dos idosos e tinha minha vó como principal personagem. Quando já faltava quase 1 mês apenas para a data de entrega do projeto, percebi que o assunto não tava rendendo boas fotos - pelo menos não do jeito que eu imaginava. Enfim, me lembrei de quando assisti uma exposição daqui do Imagens do Povo no CCBB-RJ - e eu ainda nem conhecia a Escola de Fotógrafos Populares - que se chamava Esporte na Favela, que documentava a prática esportiva nas comunidades do Rio, e também de como gostei de fotografar lutas de boxe para a ONG Luta pela Paz. Isso tudo, aliado ao fato de minhas irmãs praticarem o Muay Thai, fez despertar em mim uma curiosidade sobre o esporte. Eu tinha muito preconceito antes de começar a pesquisar sobre o tema mas me surpreendi ao descobrir que o Muay Thai não é só brutalidade como a maioria pensa; há muitos ritos, técnica e principalmente disciplina.
O projeto também foi um desafio, pois não foi nada fácil fotografar a luta com grande angular; “apanhei” várias vezes, mas confesso que agora tenho até vontade de praticar o Muay Thai.


Veja a galeria de fotos com o projeto de Giu Alface.

0 comentários:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More