Agenda Imagens do Povo

25 de mar de 2010

Chapolim lança documentário Atrás da Porta

Divulgação


Em 2009, o Governo do Estado do Rio de Janeiro inicia um processo de organização do espaço urbano. O chamado Choque de Ordem implica, além de outras medidas, na expulsão de famílias inteiras em locais de habitações consideradas irregulares. No mesmo período, Chapolim inicia o curso de fotografia na Escola de Fotógrafos Populares e alia os conhecimentos adquiridos e sua aproximação crescente de movimentos de luta contra a especulação imobiliária, das causas das ocupações e de lutas sociais do movimento sem teto, com o aprimoramento de seus registros. Residente da ocupação Flor do Asfalto, na Zona Portuária do Rio, há três anos e envolvido em movimentos de ocupações desde o Chiquinha Gonzaga (referência de ocupação aqui do Rio, que fica na região da Central) desde 2003, Chapolim vem se dedicando a documentar o cotidiano destas ocupações. “De três anos pra cá, estou tentando gravar e fotografar as manifestações, atos, os primeiros passos de uma ocupação (da entrada aos primeiros processos de organização dos coletivos), as dificuldades, as alegrias, os eventos culturais, assim como os conflitos gerados como resposta truculenta e extremante tensa da força do Estado com seu interesse capital contra a massa pobre e que não estão no plano de revitalização do Rio de Janeiro”, comenta o fotógrafo.


Divulgação


Parte de todos esses registros podem ser vistos no recém-lançado filme Atrás da Porta. Realizado por Chapolim e por Vladimir Seixas, o documentário apresenta uma série de despejos forçados pelo Estado e conta um pouco da histórias e particularidades de ocupações como a Chiquinha Gonzaga, Flor do Asfalto, Manoel Congo, Quilombo das Guerreiras, Zumbi dos Palmares, Guerreiros do 234, Casarão Azul e Machado de Assis. O longa, de 96 minutos, fez parte do Festival Internacional de Cine Rebelde, atividade inscrita no Fórum Social Urbano deste ano.

Divulgação

Para a produção do documentário, Chapolim diz que foi necessário mais do que apenas vivenciar a realidade, foi preciso mergulhar totalmente nela: “Uma frase que me ajudou muito na captação da realidade foi uma que ouvi durante a aula do fotógrafo de guerras do início do século, Robert Capa: ‘se suas fotografias não são boas o suficiente, é porque você não está perto o suficiente’, isso me fez perceber que quanto mais íntimo, quanto mais dentro, mais real será minha percepção, melhor e mais verdadeira é a imagem produzida”.



Veja o trailer do filme Atrás da Porta.

22 de mar de 2010

Fotos do workshop



Neste sábado, a sede do Observatório de Favelas recebeu a visita do fotógrafo Berg Silva, que ministrou um workshop para os ex-alunos da Escola de Fotógrafos Populares. A galera que compareceu ao evento pôde aprender com demonstrações práticas sobre o uso da luz direta na fotografia, com ênfase em fotografia de gastronomia. Valeu Berg!


Veja algumas fotos do encontro:


Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More